sábado, 28 de setembro de 2013

Anotações que eu achei por aí

Hoje eu desenhei um coração no cantinho da folha e me dei conta de que não faço isso há anos.
Não saltito mais por aí, as pessoas não entendem. Nem corro para o banco alto no ônibus porque fica longe do motorista e do cobrador e, depois de algumas tentativas de assalto na vida, aprendi a me contentar com sentar na frente e no corredor, desviando das bolsadas.
Dizem que quando a gente cresce, fica medroso.
Aprendi a engolir sapos e estou agora aprendendo a dizer não a eles.
Depois de grande, aprendi a ser criança. Acho que agora estou aprendendo a crescer.

sábado, 21 de setembro de 2013

Mudanças

Não gostei do corte de cabelo e nem do que descobri quando coloquei os óculos e finalmente me vi, com contornos definidos.
Não era essa a mudança que eu precisava para me sentir bem.
As mudanças que eu preciso, tenho escondido por todo esse tempo sob sorrisos amarelos e desculpas em resposta a perguntas sobre presente e futuro.
O reflexo diferente me disse de primeira: It's change for the sake of change.
Erro de priorização.
E, claro, entrei em crise.