sexta-feira, 18 de agosto de 2017

Água doce

Tudo está funcionando mais devagar que os meus pensamentos, depois daquele expresso duplo.
Agora há pouco eu imaginei, muito claramente e quase real, o grampeador sendo arremessado na tela do computador que travou antes que eu salvasse as modificações e, ao invés disso, bebi goles grandes do meu grande copo d'água. Eu também lembrei de quando a nutricionista me perguntou se eu bebo água durante o dia, e eu respondi "sim, muita".
Haja água pra encarar esses dias.

quarta-feira, 9 de agosto de 2017

quarta-feira, 12 de julho de 2017

Ser

Agora, eu não sou 
nada 
além de mim 
mesma.

Não sou limites
e nos seus olhos
não sou nem mesmo o humano
que és.

E amanhã, serei ainda
o belo e fútil
do ser
completo ou raso.

Eu não sou corpo,
nem alma
e nem vento.
Sou tempestade.

E talvez eu seja, afinal,
a calmaria e o turbilhão
do coração
da sua indiferença.

Sou o chicote,
a lança e a espada.
Sou a cura,
o calor e o prazer.

O peso e a leveza
de um amor incipiente
e o grito 
ainda preso na garganta.

Sou tudo e nada
e nada me prende
e tudo me abala.
Sou eu.

quarta-feira, 13 de julho de 2016

La mirada

Te lo miro
Lejos de los ojos tuyos
Y cerca de mis intenciones
Que no saberás.

Lo que sé
Quedará como escudo
De tu voluntad
Que me encarcela.

Y de cada gesto
Caerá una parte de tu máscara
Hasta que no haya nada
Que te esconda.

Me quedaré mirando y esperando
Que al menor error
Tu mundo caya
Por su proprio peso.

Cuando estés desnudo y listo
Te ayudaré a levantarse
Y podremos seguir juntos
Este camino hoy sigo yo.

Cogidos del brazo
Y del corazón
Miraremos hacia adelante
El futuro que nos aguarda.